Atualizando informações ...

Jornalismo como antifilosofia e a formação de indivíduos fascistas no golpe de 2016

Ref: 9786525276328
Marca: Editora Dialetica
 
* Aqui sua compra é 100% segura, compre com tranquilidade.
Simulador de Frete
- Calcular frete
Frete e prazo de entrega
Descrição Geral
A consolidação das redes sociais on-line tem provocado um constante estado de excitação e otimismo entre usuários da web, profissionais da área (como jornalistas) e, também, no campo acadêmico, onde têm sido defendidas teorias que preveem a transformação do nosso próprio modo de vida a partir de uma cibersociedade autorregulada pela inteligência coletiva. Contudo, na contramão da euforia exacerbada, o que tem se testemunhado nesse espaço ainda é o amplo domínio dos processos semiformativos propagados pela indústria cultural; a multiplicação exponencial de conteúdos rasos que supersaturam nossos sentidos; e a proliferação de discursos de ódio e intolerância, próprios daquelas personalidades que Theodor W. Adorno e seus colaboradores em Berkeley identificaram como potencialmente autoritárias ou fascistas. Partindo da realidade supracitada, num movimento dialético de crítica negativa, esta obra responde como (e em que medida) a supersaturação dos sentidos dos indivíduos associada à antifilosofia promovida pelos mass media contribui para a proliferação de traços da síndrome fascista nas redes sociais on-line. Para isso, retoma a Escala F e analisa a formação de indivíduos fascistas durante o golpe jurídico-midiático-parlamentar de 2016, quando a presidenta Dilma Rousseff foi injustamente afastada do cargo e se tornou alvo do discurso de ódio da extrema-direita.
Características
  • Autor: Emerson Campos Gonçalves
  • ISBN: 9786525276328
  • Editora: Editora Dialetica
  • Edição: 1
  • Encadernação: Brochura
  • Número de páginas: 196
  • Idioma: Português
  • Edição Ano: 2023
  • Data da Publicação: 2023-06-14T00:00:00
  • Formato: 18x26
Formas de Pagamento
Avaliações

Produtos visualizados

Carregando ...