Vulnerabilidade dos Consumidores no Comercio Eletrônico
Editora Revista dos Tribunais
Product ID: 3165
Product SKU: 3165
New In stock />
Vulnerabilidade dos Consumidores no Comercio Eletrônico

Vulnerabilidade dos Consumidores no Comercio Eletrônico

Marca: Editora Revista dos Tribunais Referência: 9788520360033

Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete

A tecnologia computacional e a internet são dois dos avanços tecnológicos mais espetaculares dos últimos séculos, tendo facilmente adentrado no cotidiano de inúmeros consumidores com a saturação de informações, entretenimento e serviços. O crescimento meteórico desses instrumentos proporcionou o surgimento de um novo ambiente para o estabelecimento de relações contratuais: o ciberespaço. Como consequência, as dimensões espaço e tempo são comprimidas e os processos globais são acelerados, acabando, assim, com o domínio das relações face a face e abrindo caminho para uma relação entre ?ausentes?, onde não mais existem fronteiras entre espaços de convivência públicos e privados. Diante disso, transpõem-se as relações de consumo para o mundo online e, consequentemente, altera-se o comportamento do consumidor, principalmente no que tange a forma como compra, busca meios de entretenimento, se comunica e paga pelos bens e serviços adquiridos. A internet, como fenômeno catalizador dos efeitos da globalização, trouxe para o direito do consumidor inúmeras dificuldades, porquanto esses elementos tecnológicos se incorporaram à massificação do mercado de consumo, dos contratos de adesão e das dificuldades de dar adequada proteção àqueles situados no lado mais fraco da relação consumidor/fornecedor. As incertezas contemporâneas e a maior complexidade dos mecanismos de interação social despertam no consumidor o sentimento de insegurança, fato que prejudica o desenvolvimento das relações comerciais por vias eletrônicas. Acrescente-se a isso, o despreparo do Estado, no que tange ao seu aparato legal, para combater esse agravamento do princípio fundador do direito consumerista: a vulnerabilidade. Todos esses elementos geram os seguintes questionamentos: em que medida há um agravamento da vulnerabilidade dos consumidores quando adentram nesse ambiente desmaterializado, despersonalizado e desterritorializado? E como conquistar a confiança dos consumidores em relação a esse novo instrumento contratual, dando efetividade ao princípio constitucional da dignidade da pessoa humana (art. 1.º, III, da CF/1988) e da proteção afirmativa do consumidor (art. 5.º, XXXII, da CF/1988)? Tomando essas indagações como base, o presente trabalho analisará o contrato eletrônico de consumo sob dois enfoques: (i) o agravamento da vulnerabilidade e o abalo da confiança do consumidor quando transportada a relação de consumo para o ciberespaço; e (ii) quais os instrumentos necessários para a reconstrução da confiança como forma de aprimoramento do princípio instituidor do Direito do Consumidor, permitindo que os consumidores ocupem o meio virtual com padrões mínimos e inderrogáveis de proteção.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características


  • Autor: Rodrigo eidelvein do Canto
  • ISBN: 9788520360033
  • Editora: Editora Revista dos Tribunais
  • Edição: 1
  • Edição Ano: 2015
  • Encadernação: Brochura
  • Número de páginas: 224
  • Idioma: Português
  • Data da Publicação: 2015-01-01T00:00:153

Confira os produtos